Menu

Geografia

Área localizada na porção central da Itália, a Toscana é uma região que apresenta aproximadamente 3,7 milhões de habitantes em seus 22.997 quilômetros quadrados. Florença é a capital de Toscana, que se limita territorialmente com as seguintes regiões: Lácio, ao sul, Úmbria e Marcas, ao leste, Emília-Romagna, ao norte e com a Ligúria a noroeste. Responsável pela administração do Arquipélago Toscano, composto pelas ilhas de Giannutri, Gorgona, Giglio, Montecristo, Capraia, Pianosa e Elba, Toscana é considerada uma das maiores regiões da Itália no que se refere ao número de cidadãos e área territorial.


O território toscano tem um formato triangular e é banhado pelo Mar Tirreno e pelo Mar da Ligúria. Colinas e morros são predominantes em seu relevo, mas também há presença de planícies e formações montanhosas. O ponto culminante da área é o Monte Pisanino, que apresenta 1.946 metros e localiza-se nos Alpes Apuanos. Entre as ilhas da costa de Toscana a de maior destaque é Elba, terceira maior da Itália em extensão. No que se refere aos rios, o mais importante é o Arno, atravessando as cidades de Pisa e a capital Florença. As províncias que compõem a Toscana são as seguintes: Siena, Prato, Pistoia, Pisa, Massa-Carrara, Lucca, Livorno, Grosseto, Florença e Arnezzo.


A região da Toscana costuma atrair turistas do mundo todo. Isso se deve ao valioso legado no campo das artes e sua influência na cultura erudita. Além de ter sido o local em que surgiu o Renascimento Italiano, foi o território em que apareceram personalidades que marcaram a arte e a ciência como Puccini, Luca Pacioli, Americo Vespucio, Galileo Galilei, Leonardo da Vinci, Michelangelo, Botticelli, Dante e Petrarch. Desta forma, a área apresenta inúmeros museus como o Museo Chinciano, o Palazio Pitti e Uffizi.

Outro elemento marcante da Toscana é a sua variedade culinária, que apresenta inúmeras especialidades, bem como os famosos vinhos locais como Morellino di Scansano, Vino Nobile do Montepulciano, Brunello di Montalcino e Chianti. Seis locais da região são considerados patrimônio mundial: o Val d´Orcia, a praça da Catedral de Pisa, o centro histórico de Siena e o centro histórico de Florença.

De acordo com matéria publicada no portal “Toscana Itália”, a capital “Florença recebe uma média de 10 milhões de turistas por ano, colocando a cidade como uma das mais visitadas do mundo - em 2007, Florença tornou-se a 46ª cidade mais visitada do mundo, com mais de 1.715 milhões de desembarques”.